Pesquisar nesta mnemônica

Translate

Print Friendly Version of this pagePrint Get a PDF version of this webpagePDF

27 de set de 2011

Uma grande série sobre Curitiba 35

Ação e Reação
Por: Coré-Etuba M. da Luz



Bom dia a todos.

Ontem mandei a vocês [um texto] que analisava como o altíssimo índice de violência em Curitiba se distribui - de forma desigual obviamente - dentro dos bairros e municípios da metrópole.

Pois bem. Um colega me escreveu que se impressionou com o números de assassinatos em São José dos Pinhais. Pra quem não é daqui, é a parte mais rica, industrializada e desenvolvida da Região Metropolitana, equivalente ao ABC Paulista - aliás as duas regiões ficam a sudeste da capital, aqui e em SP.

Enfim, respondi a ele e lhes envio agora a tréplica dizendo que em minha opinião não tem nada a ver com desenvolvimento econômico, e sim é a aplicação da universal e fatal lei de Ação e Reação, pois a mentira sempre degenera em desgraça. A Grande Mentira, então, degenera na Grande Desgraça. Estamos vendo isso aqui. Quem semeia ventos...., pois é, vocês sabem como acaba a frase.

Por eu tocar novamente na questão do transporte coletivo - pilar central da Grande Mentira que aqui se encastelou - mando novamente algumas imagens que mostram o quão atrasada Curitiba está, exatamente ao contrário do que diz a mentira oficial. Já receberam a maioria dessas imagens, mas como alguns entraram depois na lista preferi repetir. E há uma imagem nova, é a estação de metrô Cidade Industrial, já pronta e operando. O único detalhe é que é a Cidade Industrial de Belo Horizonte, MG. Aqui também já há um trem se dirigindo a estação Cidade Industrial de Curitiba Sul, CIC Sul na sigla. Pena que só exista na internet. Bem, chega de introdução. Vamos ao que respondi a meu colega. 

Cara, você disse que se impressionou com os 189 assassinatos ocorridos em São José dos Pinhais o ano passado. É um número altíssimo, as cidades mais violentas da Grande Porto Alegre têm metade desse número, mesmo tendo população similar ou mesmo maior (no caso de Canoas) que a de São José.

Mas não é o 'preço do progresso', é o preço de ser subúrbio de Curitiba, seja subúrbio rico ou pobre. Senão o que dizer dos 123 assassinatos de Piraquara, que tem um terço dos habitantes de São José, e um milésimo das indústrias? Ou dos 39 de Campina Grande, com um oitavo da população são-joséense? É o preço do atraso?

Estação Camaragibe-PE
Por isso ressalto que não é o preço do atraso nem do progresso, é o preço da máquina de propaganda e mentiras que repetiu por muito tempo que Curitiba era de '1º mundo', quando a realidade não poderia ser mais distinta. Os habitantes do pobre e violento subúrbio recifense de Camaragibe, uma terra arrasada sob qualquer definição, podem ir de metrô ao Centro (re-envio a foto), enquanto aqui mesmo pra ir do Centro ao Batel dependemos desses 'maravilhosos' ônibus da máfia Gullin/Urbs. 

Em Curitiba só na ficção




Metrô aqui só na internet. 








Até no interior do Ceará tem
Até o interior do Ceará está implantando um sistema ferroviário, contando com um transporte melhor que o de Curitiba. Não, você não leu errado, eu disse 'interior do Ceará', e mando a foto. Nada contra o Ceará, eles estão na direção correta. Curitiba com seus tubos que está na contra-mão da história. 

Veja nosso metrô já operando. Ainda bem que inventaram o 'photoshop', não? Já que é a única chance de termos um trem indo pra Cidade Industrial, Belo Horizonte excluída.

De verdade só em Belo Horizonte!

É BH, já disse!











Metrô Curitibano


Enfim, é isso aí.
A violência em Curitiba, seja no município-núcleo ou nos seus subúrbios ricos ou pobres, não é resultado do desenvolvimento econômico ou falta dele.
É resultado do orgulho que cegou essa cidade.

Ação e Reação, meu irmão, eis a Lei que rege o Universo.


É bíblico: "Conforme o plantio é a colheita".

Cada um que ignore esses avisos por sua conta e risco.

Assim eternamente É.

Esteja sempre em paz.


“Deus proverá”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARE, PENSE, TOQUE E, SE NECESSÁRIO, COMENTE!
Obs: Haverá MODERAÇÃO do seu comentário!